Nuriye Yalcin, uma mulher de Kocaeli que espera dar a luz a gémeos em 4,5 meses, foi detida durante um controle médico regular no Izmit Medical Park Hospital na terça-feira.
Por ter supostas ligações ao movimento Gulen, Yalcin foi mantida sob custódia policial por 5 horas no distrito de Izmit, em Kocali, antes de ser levada para uma outra delegacia na província vizinha de Sakarya.

O governo turco acusa o movimento de arquitectar a tentativa de golpe de Estado de 15 de julho de 2016 enquanto o último nega o envolvimento.

Ainda não se sabe se o tribunal que acompanhar o caso colocou Yalcin em prisão pré-julgamento ou não, segundo o turco.

Mais de 120 mil pessoas foram detidas por ligações alegadas ou reais ao movimento até agora.

Related News